.: Comunidade Sebrae :.
Pesquisa   


Seções da Comunidade
   Home   
     
   Agenda de Eventos   
     
   Artigos e Notícias   
     
   Downloads   
     
   Fórum de Discussão   
     
   Galeria de Fotos   
     
   Links Importantes   
     
   Literatura   
     
   Salas de Bate Papo   
     

Nome do Arquivo: Prática II - SAR Sistema de Administração de Restaurantes
Tamanho do Arquivo: 758,272 bytes
Foi baixado: 2987 Vezes
Enviado por daniela.moreira@ba.sebrae.com.br em Monday, December 04, 2006
Clique aqui para fazer o download
Prática II

SAR
Sistema de Administração de Restaurantes

 
 


Prática II

SAR
Sistema de Administração de Restaurantes


Cristiane Magalhães
Novembro/2006
 
1. OBJETIVO

A Prática II visa treinar os alunos na técnica de Análise de Pontos de Função em um Projeto de Desenvolvimento e Melhoria.

A referida prática ilustra a descrição de um Sistema de Administração de Restaurantes, abordando seus principais requisitos, protótipo e modelo de classes.

2. DESCRIÇÃO DO PROJETO

O SAR - Sistema de Administração de Restaurante – será dividido em dois módulos: Controle de Pedidos e Controle de Estoque. O primeiro deles será responsável pelo controle dos pedidos efetuados no restaurante, assim como atividades associadas a esse fim, tais como a manutenção do cardápio, mercadorias e dos pratos e drinks oferecidos. O módulo de controle de estoques, por sua vez, deverá permitir o gerenciamento do estoque de mercadorias do restaurante, controlando desde a aquisição de cada mercadoria até o seu uso/descarte. Esses dois módulos complementarão o parque de sistemas do restaurante, hoje composto apenas pelo Sistema de Controle de Recursos Humanos, onde são mantidos os dados dos funcionários, e o Sistema Financeiro.

O sistema deve ainda atender os seguintes requisitos operacionais:

· Recursos de segurança, como o controle de acesso indevido às informações não autorizadas.
· Trilha de auditoria.
· Acesso a determinadas funcionalidades via Palm Top, bem como exibição de informações em letreiro digital.
· Tratamento de erros genérico com mensagem de erro padrão.
· Como esse projeto deve ser expandido no futuro, é necessário desenvolvê-lo utilizando componentes.
· Como o sistema visa auxiliar no atendimento dos clientes, a performance do mesmo deve ser a melhor possível. Para tanto, será necessário testar todas as rotinas da aplicação a fim de garantir que todas funcionarão no tempo máximo de 5 seg.
· Rotina especial para proteção de dados.

A seguir, uma descrição detalhada de cada módulo.

· MÓDULO DE CONTROLE DE PEDIDOS

O módulo de Controle de Pedidos permitirá aos garçons efetuar o registro dos pedidos solicitados por meio do uso de Palm Tops. Dessa forma, o cliente deverá informar os pratos e drinks desejados, bem como as respectivas quantidades, cabendo ao garçom registrar cada um destes como itens de um mesmo pedido. Além disso, o garçom deve informar também, a cada pedido, o seu código de identificação, o número da mesa correspondente e o código do pedido. Ao final do registro de todo o pedido, o sistema deverá informar uma estimativa do tempo de atendimento para cada item solicitado, sejam estes pratos ou drinks. O referido cálculo será efetuado com base na ordem de chegada dos pedidos e em um tempo médio de preparo de cada item.

Alterações no pedido são permitidas, podendo as mesmas consistir em mudanças na quantidade dos itens ou até mesmo no número da mesa. O procedimento de alteração de pedidos é semelhante ao de registro do mesmo, sendo necessário informar os mesmos dados ao sistema.

Os itens de um pedido possuem 4 (quatro) situações válidas: em preparo, atendido, cancelado ou devolvido. Todo esse controle é feito por meio de uma tela que permita ao garçom e/ou chefe de cozinha alterar o status do pedido (Figura 2).

Quando os itens de cada pedido começarem a ser preparados, o chefe de cozinha deve informar ao sistema para que esse comece a contar o tempo de atendimento.  (Figura 2 – Botão Preparar). De forma análoga, cada vez que um item de pedido for atendido, o chefe de cozinha ou o garçom responsável deverá entrar no sistema e informar o fato ocorrido para que o sistema calcule o tempo de atendimento do referido item (Figura 2 – Botão Atender).

O cliente poderá demandar o cancelamento de itens do pedido, informando ao garçom o respectivo motivo. Uma vez atendido o pedido, o cliente poderá ainda devolver itens do mesmo, desde que haja uma justificativa plausível para tal ato. Para realizar tais ações, o garçom deverá acessar a tela que permite a alteração do status do pedido (Figura 2) e clicar nos respectivos botões (Figura 2 – botão Cancelar e Devolver). Nesse momento, o sistema deve exibir uma tela com uma combo relacionando os possíveis motivos e um botão de confirmação da operação.

A fim de que os itens dos pedidos só sejam cancelados ou devolvidos em situações previamente acordadas, o sistema deve permitir apenas ao gerente executar a manutenção desses motivos (inserir, alterar, excluir e consultar) (Figura 11). Dessa forma, o cancelamento ou a devolução dos itens do pedido só pode ser efetuado nos casos onde o motivo enquadrar-se naqueles previamente registrados.

O atendimento dos pedidos seguirá a ordem de demanda dos mesmos. Para tanto, a cozinha do restaurante será equipada com um letreiro digital, através do qual serão exibidos, por ordem de chegada, os itens de cada pedido efetuado (Figura 3). Quando não existem itens a serem atendidos, o letreiro exibe a mensagem “Sem demanda de itens”.

Mediante a solicitação de fechamento da conta por parte do cliente, o garçom deverá clicar no botão “Fechar Conta”, informando o número do pedido. Nesse momento, o sistema deverá calcular o valor total a ser pago, cabendo ao garçom informar esse dado ao respectivo cliente.

O Módulo de Controle de Pedidos permitirá ainda ao chefe de cozinha a manutenção de pratos e drinks, quando deverão ser informados descrição, preço de venda, receita, tempo de preparo, quantidade disponível, além de uma foto do referido produto (Figura 5 e 6). Uma vez cadastrado o prato/drink, deverá ser disponibilizada uma tela onde sejam informados os ingredientes do mesmo (Figura 7).

Caberá também ao chefe de cozinha manter o cardápio atualizado através da associação dos pratos e drinks a cada seção (Figura 4).

O cadastro de mercadorias também é de responsabilidade desse módulo, cabendo ao gerente a respectiva tarefa (Figuras 7 e 8).

Como relatório gerencial desse módulo, deverão ser listados os 10 (dez) pratos/drinks mais solicitados pelos clientes (Figura 9).

· MÓDULO DE CONTROLE DE ESTOQUES

Conforme citado anteriormente, o módulo de Controle de Estoques deverá ser totalmente integrado ao Controle de Pedidos. Dessa forma, o sistema deve automaticamente contabilizar a quantidade de cada mercadoria em estoque de acordo com os pedidos atendidos. Ao final de cada dia, o módulo de Controle de Estoques deverá verificar a quantidade de cada mercadoria utilizada para a elaboração dos pedidos. Neste momento, o sistema deve ainda permitir ajustes nas quantidades de mercadorias que foram consumidos, armazenando as informações calculadas e as inseridas durante o processo para fins de exibição de relatórios.

De posse desses números, o módulo de Controle de Estoques deverá fazer um balanço da quantidade de cada mercadoria e enviar um mail para o gerente do restaurante informando o que precisa ser comprado, caso exista essa necessidade. Além disso, deve ser enviada uma mensagem para seu Palm Top, avisando-o sobre a necessidade de efetuar compras. Para saber se há necessidade de compra, o sistema deve verificar se alguma mercadoria atingiu seu ponto crítico no estoque, necessitando de reposição. Sendo estas efetuadas, o gerente deverá informar, via tela do sistema, a nova quantidade de mercadorias.

Caso haja desperdício ou perda de mercadoria em função de validade ou outro motivo, o sistema deve permitir que seja efetuada a baixa no estoque dos produtos perdidos, solicitando uma justificativa. O sistema também deve conseguir retirar do acumulado de produtos consumidos no dia, pratos que por ventura sejam devolvidos pelos clientes. A esses pratos deve ser dado o seguinte tratamento: caso o prato seja despachado para outra mesa, retorna para o acumulado de produtos usados; caso contrário, deverá ser contabilizado na saída de produtos por descarte.

 
3. PROTÓTIPO DO SISTEMA

A seguir, uma descrição das principais telas do sistema.

Página principal

 
Figura 1

 
Menu Pedidos/Alterar status do item de pedido
 
Figura 2

Ordem de atendimento
 
Figura 3

 


Menu Administração/Cardápio
 
Figura 4

Menu Administração/Pratos e Drinks
 Figura 5

 


Menu Administração/Incluir Pratos e Drinks
 
Figura 6

Menu Administração/Incluir Ingredientes nos Pratos e Drinks

 
Figura 7
 
Menu Tabelas Básicas/Mercadorias
 Figura 8

 

Menu Tabelas Básicas/Mercadorias/ Cadastro de Mercadoria
 
Figura 9


Menu Relatório/10 pratos e drinks mais solicitados
 
Figura 10

Menu Tabelas Básicas/Motivo de Devolução/ Cadastro de Motivos de Devolução
Menu Tabelas Básicas/Motivo de Cancelamento/ Cadastro de Motivos de Cancelamento

 
Figura 11


 
4. DIAGRAMA DE CLASSES

O diagrama abaixo restringe-se às classes utilizadas pelo módulo de Controle de Pedidos.

 
 

 

 

 

 

PROJETO DE MELHORIA
 
1. DESCRIÇÃO DA MELHORIA

A implantação da primeira versão do módulo de Pedidos foi um sucesso. Com isso, o gerente resolveu solicitar melhorias à equipe de desenvolvimento, acrescentando um novo requisito – o Cardápio iterativo, por meio do qual os clientes poderão montar seu próprio pedido

Disponibilizado em quiosques de auto-atendimento ao longo do restaurante, o cardápio deverá trazer fotos dos principais pratos, bem como um detalhamento dos seus ingredientes. O cliente poderá então optar pela retirada de algum (ns) ingrediente (s). Uma vez escolhido o(s) prato(s), o cliente pode demandar automaticamente o pedido para a cozinha, sendo o tratamento deste semelhante ao enviado por um garçom. O quiosque dará ao cliente também a possibilidade de cancelar todo o pedido.

Aproveitando as mudanças solicitadas, o gerente informou que o cadastro de mercadorias não deverá mais ser feito pelo módulo de Pedidos, e sim pelo módulo de Controle de Estoque.

2. PROTÓTIPO

Seguem as telas desenvolvidas para os quiosques de auto-atendimento.

Tela Principal
 

 

 
Montar pedido
 

Botão Alterar ingredientes

 

 
Cancelar Pedido
 

 


 

Adicionar seu Comentário


Novos Artigos
:: História de Atendimento
:: Como mudar hábitos arraigados na cultura da Organização
Novas Discussões
::Metodologia de Desenvolvimento
Novos Downloads
:: Segurança da Informação
:: Ata da Reunião de Alinhamento NTI 14.12.06
:: Ata da Reunião de Alinhamento NTI 7.12.06
Novos Eventos
:: teste
:: Reunião de alinhamento e apresentação de metodologias
Novos Links
:: Geração de MAPAS
:: Portal do sebrae nacional
Novos Livros
Não há Novos Livros
Novas Fotos

Aniversário

Mesa da Regina apos o 5 S